Educação Especial, Dominio Cognitivo e Motor

duração: 4 semestres
120 ECTS (75 obrigatórios e 0 optativos em UCS; )
Cód. Par Estabelecimento/DGES: 0604/6293

Apresentação

O Mestrado em Educação Especial, Domínio Cognitivo e Motor  tem como objetivo a formação de especialistas (professores e outros técnicos) em Educação Especial, que, numa perspetiva de Educação Inclusiva, possam atuar no âmbito escolar e/ou socioprofissional ou comunitário. Através do aprofundamento de competências conceptuais, instrumentais, interpessoais e sistémicas, possibilita: a compreensão do conceito de educação inclusiva e o reconhecimento da sua relevância para a promoção de igualdade de direitos e de oportunidades para todos; a aquisição de conhecimentos que permitam entender a escola e o currículo à luz dos modelos conceptuais e da investigação em Ciências da Educação sobre necessidades educativas especiais (NEE); o estudo das perturbações e fatores que afetam o desenvolvimento e comprometem a aprendizagem; o desenvolvimento de competências de avaliação e identificação de NEE, limitações físicas e desvantagens sociais no quadro do desenvolvimento social e educativo dos alunos; a aquisição de competências para implementar medidas educativas adequadas às necessidades do aluno com NEE, tendo como referência o quadro legal em vigor, o projeto educativo da escola, o currículo e o desenvolvimento do aluno; a aquisição das competências para assessorar professores e outros agentes educativos em projetos e tarefas de diferenciação pedagógica; o desenvolvimento de competências de investigação que permitam a pesquisa e a compreensão da sua relevância para a teoria e prática no domínio das NEE.

 

Saídas Profissionais

Com o certificado de Curso de Mestrado da Universidade de Évora, correspondente à componente curricular do curso, não conferente de grau académico, o aluno que à data da admissão seja Educador de Infância, Professor do ensino básico ou Professor do ensino secundário, profissionalizado e com, pelo menos, cinco anos de serviço docente pode requerer, ao abrigo do art.º 4, do Decreto-Lei n.º 95/97, de 23 de abril, e do art.º 56 do Decreto-Lei n.º 15/2007, a acreditação da formação para efeitos de exercício de funções educativas especializadas.

O grau de Mestre oferece, no  final do 2.ºano e após a defesa da Dissertação/ ou Trabalho de Projecto/ ou Estágio , ao abrigo do Art.º 54 do Decreto-Lei n.º 15/2007, de 19 de Janeiro, a possibilidade de progressão na carreira docente e redução de tempo de serviço.

 

Adjunto(s)

José Luís Pires Ramos
Graça Duarte Santos
Vítor Daniel Ferreira Franco

Gestor Académico

Vitória dos Anjos Bonito Guiomar

Teses Concluídas

Clique aqui.